Arquivo da categoria: Nota

Maslowa Islanowa, Presente!!

Nota do Laboratório de História e Memória da Esquerda e das Lutas Sociais/UEFS

 

SOBRE MASLOWA, SOBRE A LUTA

Todos os que passaram pela UEFS desde 1986 até a primeira década deste século saberão apontar muitas marcas deixadas pela sua trajetória. O movimento docente, mais do que qualquer outro, foi o seu espaço. Eram dela a voz poderosa e o argumento cristalino com que, tantas vezes, foram apresentadas e defendidas em assembleias de professores propostas de pautas para a mobilização, de paralisações e greves, de atividades e de posicionamentos públicos, de apoio a lutas de outros e de repúdio a arbítrios e traições. De suas mãos saíram textos que traduziram necessidades em reivindicações, afirmaram e defenderam princípios, formularam e sustentaram propostas e projetos, expressaram e fundamentaram críticas. Aquelas mesmas mãos poderiam ser vistas, ao fim de uma cansativa reunião e quando a maioria já tinha ido embora, limpando a mesa cheia de copos de cafezinho usados e papeis riscados. leia mais

Companheiro Eliezer, presente ! Firme na luta por um mundo socialista !

ELIEZER, OPERÁRIO, METALÚRGICO, DIRIGENTE DO SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE CAMPINAS/SP E DIREÇÃO DA INTERSINDICAL – INSTRUMENTO: ELE É IMPRESCINDÍVEL E SUA VIDA VAI SEGUIR PRESENTE EM NOSSA LUTA POR UM MUNDO SOCIALISTA

Eliezer Mariano da Cunha é daqueles seres humanos que transbordam vida, amor, solidariedade, firmeza e compromisso com a luta da classe trabalhadora, é um imprescindível para aqueles que acreditam, lutam e dessa forma contribuem de maneira decisiva para construção de um outra e nova sociedade, onde não haja exploração, nem opressão. leia mais

Morre Paul Singer, economista e fundador do PT

O economista Paul Singer, fundador do Partido dos Trabalhadores, faleceu na noite da segunda-feira 16, em São Paulo, aos 86 anos.

Singer nasceu na Áustria em 1932 e chegou ao Brasil em 1940, fugindo com sua família da perseguição aos judeus na Europa. Paul Singer frequentava o Partido Socialista desde 1953 e trabalhava numa grande empresa metalúrgica em São Paulo. Foi uma das lideranças da greve dos 300 mil de 1953. Em 1954, naturalizou-se e passou à condição de membro regular do partido, intensificando a sua participação, sem deixar o sindicato dos metalúrgicos.

No final dos anos 50 participou da publicação da revista Movimento Socialista, juntamente com Érico Sachs (que assina com pseudônimo de com Eurico Mendes e Ernesto Martins), Agripino Soares Thomas, Marcos Ferreira, Paul Singer, Luiz Vidal, Hermínio Linhares e Izaltino Pereira.

Entre 16 e 19 de janeiro de 1961, Paul Singer  esteve no congresso da fundação da Organização Revolucionária Marxista – Política Operária (ORM-PO), ocorrido em Jundiaí.

Fez graduação em economia e doutorado em sociologia na Universidade de São Paulo (USP), onde foi livre docente em demografia e professor titular em economia.

Reproduzimos a seguir a entrevista concedida a Revista Teoria e Debate em abril de 2005.

leia mais